Fabrica de software

Projetos da fabrica de software

Projetos de nossos estudantes.

O mecanismo de planejamento, acompanhamento e avaliação da prática profissional deverá conter os seguintes itens:

A recomendação gerou nova publicação do Conselho Superior (Consup), com alteração das datas antes programadas. Os campi e a Reitoria estão realizando aulas e atividades administrativas presenciais desde novembro. 

AULAS

Até a próxima semana, todos os campi iniciam o último módulo do ano letivo de 2021. Conforme as diretrizes pedagógicas aprovadas, neste momento é permitida a ocupação de até 75% dos espaços físicos, com a manutenção dos distanciamentos necessários e o uso de máscara de proteção. As turmas com mais de 30 estudantes continuam em esquema de rodízio. A próxima fase, que começa em sete de fevereiro, diz respeito a 100% das aulas de forma presencial, ou conforme a realidade da fase de cada campus.

SERVIDORES

No momento, os servidores trabalham com até 75% das equipes atuando presencialmente, em esquema de revezamento. A próxima fase diz respeito aos 100% dos servidores em trabalho presencial nos campi e na Reitoria, o que deve acontecer em sete de fevereiro.

ORIENTAÇÕES

A decisão quanto à mudança de fase do cronograma de retorno presencial foi tomada com orientação da Secretaria da Saúde Pública do Estado (Sesap/RN), através da coordenadora de Vigilância em Saúde, Teresa Freire, e da subcoordenadora de Vigilância Epidemiológica, Diana Rego. No estado, o número de notificações de Covid em 19 de janeiro passou de 1.300. "Estamos com um número de casos em expansão. A Covid-19 ainda é uma doença desconhecida do ponto de vista epidemiológico. Deverá haver ainda um pico de Ômicron nas próximas semanas, mas com uma diminuição em seguida", informou Diana. 

Representantes do Comitê Covid-19 IFRN destacaram que os cenários vão continuar sendo monitorados. "Nos próximos dias, vamos divulgar materiais informativos para orientar a comunidade acadêmica quanto aos cuidados necessários no ambiente presencial e quanto aos procedimentos no caso de suspeita ou contágio gripal e de Covid-19", finalizou a diretora de Gestão em Atividades Estudantis no IFRN, Valéria Regina.

Hotel de
projetos

O mecanismo de planejamento, acompanhamento e avaliação. saiba mais

A recomendação gerou nova publicação do Conselho Superior (Consup), com alteração das datas antes programadas. Os campi e a Reitoria estão realizando aulas e atividades administrativas presenciais desde novembro. 

AULAS

Até a próxima semana, todos os campi iniciam o último módulo do ano letivo de 2021. Conforme as diretrizes pedagógicas aprovadas, neste momento é permitida a ocupação de até 75% dos espaços físicos, com a manutenção dos distanciamentos necessários e o uso de máscara de proteção. As turmas com mais de 30 estudantes continuam em esquema de rodízio. A próxima fase, que começa em sete de fevereiro, diz respeito a 100% das aulas de forma presencial, ou conforme a realidade da fase de cada campus.

SERVIDORES

No momento, os servidores trabalham com até 75% das equipes atuando presencialmente, em esquema de revezamento. A próxima fase diz respeito aos 100% dos servidores em trabalho presencial nos campi e na Reitoria, o que deve acontecer em sete de fevereiro.

ORIENTAÇÕES

A decisão quanto à mudança de fase do cronograma de retorno presencial foi tomada com orientação da Secretaria da Saúde Pública do Estado (Sesap/RN), através da coordenadora de Vigilância em Saúde, Teresa Freire, e da subcoordenadora de Vigilância Epidemiológica, Diana Rego. No estado, o número de notificações de Covid em 19 de janeiro passou de 1.300. "Estamos com um número de casos em expansão. A Covid-19 ainda é uma doença desconhecida do ponto de vista epidemiológico. Deverá haver ainda um pico de Ômicron nas próximas semanas, mas com uma diminuição em seguida", informou Diana. 

Representantes do Comitê Covid-19 IFRN destacaram que os cenários vão continuar sendo monitorados. "Nos próximos dias, vamos divulgar materiais informativos para orientar a comunidade acadêmica quanto aos cuidados necessários no ambiente presencial e quanto aos procedimentos no caso de suspeita ou contágio gripal e de Covid-19", finalizou a diretora de Gestão em Atividades Estudantis no IFRN, Valéria Regina.

Formalização da Prática Profissional

O mecanismo de planejamento, acompanhamento e avaliação da prática profissional deverá conter os seguintes itens:

A recomendação gerou nova publicação do Conselho Superior (Consup), com alteração das datas antes programadas. Os campi e a Reitoria estão realizando aulas e atividades administrativas presenciais desde novembro. 

AULAS

Até a próxima semana, todos os campi iniciam o último módulo do ano letivo de 2021. Conforme as diretrizes pedagógicas aprovadas, neste momento é permitida a ocupação de até 75% dos espaços físicos, com a manutenção dos distanciamentos necessários e o uso de máscara de proteção. As turmas com mais de 30 estudantes continuam em esquema de rodízio. A próxima fase, que começa em sete de fevereiro, diz respeito a 100% das aulas de forma presencial, ou conforme a realidade da fase de cada campus.

SERVIDORES

No momento, os servidores trabalham com até 75% das equipes atuando presencialmente, em esquema de revezamento. A próxima fase diz respeito aos 100% dos servidores em trabalho presencial nos campi e na Reitoria, o que deve acontecer em sete de fevereiro.

ORIENTAÇÕES

A decisão quanto à mudança de fase do cronograma de retorno presencial foi tomada com orientação da Secretaria da Saúde Pública do Estado (Sesap/RN), através da coordenadora de Vigilância em Saúde, Teresa Freire, e da subcoordenadora de Vigilância Epidemiológica, Diana Rego. No estado, o número de notificações de Covid em 19 de janeiro passou de 1.300. "Estamos com um número de casos em expansão. A Covid-19 ainda é uma doença desconhecida do ponto de vista epidemiológico. Deverá haver ainda um pico de Ômicron nas próximas semanas, mas com uma diminuição em seguida", informou Diana. 

Representantes do Comitê Covid-19 IFRN destacaram que os cenários vão continuar sendo monitorados. "Nos próximos dias, vamos divulgar materiais informativos para orientar a comunidade acadêmica quanto aos cuidados necessários no ambiente presencial e quanto aos procedimentos no caso de suspeita ou contágio gripal e de Covid-19", finalizou a diretora de Gestão em Atividades Estudantis no IFRN, Valéria Regina.

Formalização da Prática Profissional

O mecanismo de planejamento, acompanhamento e avaliação da prática profissional deverá conter os seguintes itens:

A recomendação gerou nova publicação do Conselho Superior (Consup), com alteração das datas antes programadas. Os campi e a Reitoria estão realizando aulas e atividades administrativas presenciais desde novembro. 

AULAS

Até a próxima semana, todos os campi iniciam o último módulo do ano letivo de 2021. Conforme as diretrizes pedagógicas aprovadas, neste momento é permitida a ocupação de até 75% dos espaços físicos, com a manutenção dos distanciamentos necessários e o uso de máscara de proteção. As turmas com mais de 30 estudantes continuam em esquema de rodízio. A próxima fase, que começa em sete de fevereiro, diz respeito a 100% das aulas de forma presencial, ou conforme a realidade da fase de cada campus.

SERVIDORES

No momento, os servidores trabalham com até 75% das equipes atuando presencialmente, em esquema de revezamento. A próxima fase diz respeito aos 100% dos servidores em trabalho presencial nos campi e na Reitoria, o que deve acontecer em sete de fevereiro.

ORIENTAÇÕES

A decisão quanto à mudança de fase do cronograma de retorno presencial foi tomada com orientação da Secretaria da Saúde Pública do Estado (Sesap/RN), através da coordenadora de Vigilância em Saúde, Teresa Freire, e da subcoordenadora de Vigilância Epidemiológica, Diana Rego. No estado, o número de notificações de Covid em 19 de janeiro passou de 1.300. "Estamos com um número de casos em expansão. A Covid-19 ainda é uma doença desconhecida do ponto de vista epidemiológico. Deverá haver ainda um pico de Ômicron nas próximas semanas, mas com uma diminuição em seguida", informou Diana. 

Representantes do Comitê Covid-19 IFRN destacaram que os cenários vão continuar sendo monitorados. "Nos próximos dias, vamos divulgar materiais informativos para orientar a comunidade acadêmica quanto aos cuidados necessários no ambiente presencial e quanto aos procedimentos no caso de suspeita ou contágio gripal e de Covid-19", finalizou a diretora de Gestão em Atividades Estudantis no IFRN, Valéria Regina.

Projetos de nossos estudantes.

O mecanismo de planejamento, acompanhamento e avaliação da prática profissional deverá conter os seguintes itens:

A recomendação gerou nova publicação do Conselho Superior (Consup), com alteração das datas antes programadas. Os campi e a Reitoria estão realizando aulas e atividades administrativas presenciais desde novembro. 

AULAS

Até a próxima semana, todos os campi iniciam o último módulo do ano letivo de 2021. Conforme as diretrizes pedagógicas aprovadas, neste momento é permitida a ocupação de até 75% dos espaços físicos, com a manutenção dos distanciamentos necessários e o uso de máscara de proteção. As turmas com mais de 30 estudantes continuam em esquema de rodízio. A próxima fase, que começa em sete de fevereiro, diz respeito a 100% das aulas de forma presencial, ou conforme a realidade da fase de cada campus.

SERVIDORES

No momento, os servidores trabalham com até 75% das equipes atuando presencialmente, em esquema de revezamento. A próxima fase diz respeito aos 100% dos servidores em trabalho presencial nos campi e na Reitoria, o que deve acontecer em sete de fevereiro.

ORIENTAÇÕES

A decisão quanto à mudança de fase do cronograma de retorno presencial foi tomada com orientação da Secretaria da Saúde Pública do Estado (Sesap/RN), através da coordenadora de Vigilância em Saúde, Teresa Freire, e da subcoordenadora de Vigilância Epidemiológica, Diana Rego. No estado, o número de notificações de Covid em 19 de janeiro passou de 1.300. "Estamos com um número de casos em expansão. A Covid-19 ainda é uma doença desconhecida do ponto de vista epidemiológico. Deverá haver ainda um pico de Ômicron nas próximas semanas, mas com uma diminuição em seguida", informou Diana. 

Representantes do Comitê Covid-19 IFRN destacaram que os cenários vão continuar sendo monitorados. "Nos próximos dias, vamos divulgar materiais informativos para orientar a comunidade acadêmica quanto aos cuidados necessários no ambiente presencial e quanto aos procedimentos no caso de suspeita ou contágio gripal e de Covid-19", finalizou a diretora de Gestão em Atividades Estudantis no IFRN, Valéria Regina.

Hotel de
projetos

O mecanismo de planejamento, acompanhamento e avaliação. saiba mais

A recomendação gerou nova publicação do Conselho Superior (Consup), com alteração das datas antes programadas. Os campi e a Reitoria estão realizando aulas e atividades administrativas presenciais desde novembro. 

AULAS

Até a próxima semana, todos os campi iniciam o último módulo do ano letivo de 2021. Conforme as diretrizes pedagógicas aprovadas, neste momento é permitida a ocupação de até 75% dos espaços físicos, com a manutenção dos distanciamentos necessários e o uso de máscara de proteção. As turmas com mais de 30 estudantes continuam em esquema de rodízio. A próxima fase, que começa em sete de fevereiro, diz respeito a 100% das aulas de forma presencial, ou conforme a realidade da fase de cada campus.

SERVIDORES

No momento, os servidores trabalham com até 75% das equipes atuando presencialmente, em esquema de revezamento. A próxima fase diz respeito aos 100% dos servidores em trabalho presencial nos campi e na Reitoria, o que deve acontecer em sete de fevereiro.

ORIENTAÇÕES

A decisão quanto à mudança de fase do cronograma de retorno presencial foi tomada com orientação da Secretaria da Saúde Pública do Estado (Sesap/RN), através da coordenadora de Vigilância em Saúde, Teresa Freire, e da subcoordenadora de Vigilância Epidemiológica, Diana Rego. No estado, o número de notificações de Covid em 19 de janeiro passou de 1.300. "Estamos com um número de casos em expansão. A Covid-19 ainda é uma doença desconhecida do ponto de vista epidemiológico. Deverá haver ainda um pico de Ômicron nas próximas semanas, mas com uma diminuição em seguida", informou Diana. 

Representantes do Comitê Covid-19 IFRN destacaram que os cenários vão continuar sendo monitorados. "Nos próximos dias, vamos divulgar materiais informativos para orientar a comunidade acadêmica quanto aos cuidados necessários no ambiente presencial e quanto aos procedimentos no caso de suspeita ou contágio gripal e de Covid-19", finalizou a diretora de Gestão em Atividades Estudantis no IFRN, Valéria Regina.

Formalização da Prática Profissional

O mecanismo de planejamento, acompanhamento e avaliação da prática profissional deverá conter os seguintes itens:

A recomendação gerou nova publicação do Conselho Superior (Consup), com alteração das datas antes programadas. Os campi e a Reitoria estão realizando aulas e atividades administrativas presenciais desde novembro. 

AULAS

Até a próxima semana, todos os campi iniciam o último módulo do ano letivo de 2021. Conforme as diretrizes pedagógicas aprovadas, neste momento é permitida a ocupação de até 75% dos espaços físicos, com a manutenção dos distanciamentos necessários e o uso de máscara de proteção. As turmas com mais de 30 estudantes continuam em esquema de rodízio. A próxima fase, que começa em sete de fevereiro, diz respeito a 100% das aulas de forma presencial, ou conforme a realidade da fase de cada campus.

SERVIDORES

No momento, os servidores trabalham com até 75% das equipes atuando presencialmente, em esquema de revezamento. A próxima fase diz respeito aos 100% dos servidores em trabalho presencial nos campi e na Reitoria, o que deve acontecer em sete de fevereiro.

ORIENTAÇÕES

A decisão quanto à mudança de fase do cronograma de retorno presencial foi tomada com orientação da Secretaria da Saúde Pública do Estado (Sesap/RN), através da coordenadora de Vigilância em Saúde, Teresa Freire, e da subcoordenadora de Vigilância Epidemiológica, Diana Rego. No estado, o número de notificações de Covid em 19 de janeiro passou de 1.300. "Estamos com um número de casos em expansão. A Covid-19 ainda é uma doença desconhecida do ponto de vista epidemiológico. Deverá haver ainda um pico de Ômicron nas próximas semanas, mas com uma diminuição em seguida", informou Diana. 

Representantes do Comitê Covid-19 IFRN destacaram que os cenários vão continuar sendo monitorados. "Nos próximos dias, vamos divulgar materiais informativos para orientar a comunidade acadêmica quanto aos cuidados necessários no ambiente presencial e quanto aos procedimentos no caso de suspeita ou contágio gripal e de Covid-19", finalizou a diretora de Gestão em Atividades Estudantis no IFRN, Valéria Regina.

Formalização da Prática Profissional

O mecanismo de planejamento, acompanhamento e avaliação da prática profissional deverá conter os seguintes itens:

A recomendação gerou nova publicação do Conselho Superior (Consup), com alteração das datas antes programadas. Os campi e a Reitoria estão realizando aulas e atividades administrativas presenciais desde novembro. 

AULAS

Até a próxima semana, todos os campi iniciam o último módulo do ano letivo de 2021. Conforme as diretrizes pedagógicas aprovadas, neste momento é permitida a ocupação de até 75% dos espaços físicos, com a manutenção dos distanciamentos necessários e o uso de máscara de proteção. As turmas com mais de 30 estudantes continuam em esquema de rodízio. A próxima fase, que começa em sete de fevereiro, diz respeito a 100% das aulas de forma presencial, ou conforme a realidade da fase de cada campus.

SERVIDORES

No momento, os servidores trabalham com até 75% das equipes atuando presencialmente, em esquema de revezamento. A próxima fase diz respeito aos 100% dos servidores em trabalho presencial nos campi e na Reitoria, o que deve acontecer em sete de fevereiro.

ORIENTAÇÕES

A decisão quanto à mudança de fase do cronograma de retorno presencial foi tomada com orientação da Secretaria da Saúde Pública do Estado (Sesap/RN), através da coordenadora de Vigilância em Saúde, Teresa Freire, e da subcoordenadora de Vigilância Epidemiológica, Diana Rego. No estado, o número de notificações de Covid em 19 de janeiro passou de 1.300. "Estamos com um número de casos em expansão. A Covid-19 ainda é uma doença desconhecida do ponto de vista epidemiológico. Deverá haver ainda um pico de Ômicron nas próximas semanas, mas com uma diminuição em seguida", informou Diana. 

Representantes do Comitê Covid-19 IFRN destacaram que os cenários vão continuar sendo monitorados. "Nos próximos dias, vamos divulgar materiais informativos para orientar a comunidade acadêmica quanto aos cuidados necessários no ambiente presencial e quanto aos procedimentos no caso de suspeita ou contágio gripal e de Covid-19", finalizou a diretora de Gestão em Atividades Estudantis no IFRN, Valéria Regina.

Projetos em andamento da fabrica software

Skip to content